Vou dar um tempo para o Blog

2 de abr de 2017


Bom dia pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje vim trazer uma notícia não muito legal. O blog vai tirar um mês de férias e só volta com as postagens em maio, mas porque isso? 

Eu fiquei muito doente esses dias e ainda não sei o que me deu. Eu trabalho na área da saúde mais especificamente no setor de zoonoses e desconfio que possa ter pegado dengue. Ainda por cima estou em época de prova na faculdade. Não quero preparar postagens as pressas e de qualquer jeito para porque vocês merecem mais que isso. Merecem meu melhor né.

Vou continuar acompanhando os blogs que eu sigo nesse tempo, a final de contas, não posso ficar de fora das novidades né. Espero que esse tempo de férias me ajude a me recuperar porque amo esse cantinho aqui com todas as minhas forças.

Bom, só queria avisar para que vocês não fiquem se perguntando o que aconteceu né.

E olha, assim que o blog retomar as atividades, vai ter surpresinha (rsrsrs).

Beijos meus amores *-*

Até Maio :D


Quotes#21

22 de mar de 2017

Olá, prontos para o quote do dia? 


"A vida não era uma roda que girava sem parar. Nunca voltava ao mesmo ponto. Não se limitava a um simples vermelho e preto e um leque de número. A vida ria da lógica."


"Ela era incorrigível. Era a mulher mais insensível, calculista, irritante...
E ele era um cãozinho, porque ainda a queria."

"Não sei se perdi o juízo, mas perdi meu coração." 



Sedução da Seda - Loretta Chase

Até a próxima!


Passarinha - Kathryn Erskine

21 de mar de 2017

Título: A Passarinha
Autor: Kathryn Erskine
Editora: Valentina
Páginas: 224
Lançamento: 2013
Classificação: 5/5

Sinopse: “No mundo de Caitlin, tudo é preto e branco. Qualquer coisa entre um e outro dá uma baita sensação de recreio no estômago e a obriga a fazer bicho de pelúcia. É isso que seu irmão, Devon, sempre tentou explicar às pessoas. Mas agora, depois do dia em que a vida desmoronou, seu pai, devastado, chora muito sem saber ao certo como lidar com isso. Ela quer ajudar o pai - a si mesma e todos a sua volta -, mas, sendo uma menina de dez anos de idade, autista, portadora da Síndrome de Asperger, ela não sabe como captar o sentido.  Caitlin, que não gosta de olhar para a pessoa nem que invadam seu espaço pessoal, se volta, então, para os livros e dicionários, que considera fáceis por estarem repletos de fatos, preto no branco. Após ler a definição da palavra desfecho, tem certeza de que é exatamente disso que ela e seu pai precisam. E Caitlin está determinada a consegui-lo. Seguindo o conselho do irmão, ela decide trabalhar nisso, o que a leva a descobrir que nem tudo é realmente preto e branco, afinal, o mundo é cheio de cores, confuso, mas belo.  Um livro sobre compreender uns aos outros, repleto de empatia, com um desfecho comovente e encantador que levará o leitor às lágrimas e dará aos jovens um precioso vislumbre do mundo todo especial dessa menina extraordinária. ” 

Antes de trabalhar na área da saúde, eu não sabia de muitas coisas. Aqui perto de casa tem um rapaz que todos sabemos ser especial, e quando eu era pequena tinha medo dele porque as vezes, ele aparecia na rua gritando e saindo correndo. Mas anos depois, fiquei sabendo que ele passou por um período de adaptação com a medicação e que tinha Síndrome de Asperger. Ele é uma pessoa extremamente inteligente. Só precisa ouvir uma única vez um nome, ou uma explicação para aprender. Sabe os nomes da rua da nossa cidade de cor e salteado, sabe o nome das peças que compõe os carros, sabe muita coisa, e é apaixonado por chinelo Havaiana. Ele tem uma coleção e as vezes para as pessoas na rua para pedir a deles (rsrs). Sabendo disso e das características dessa síndrome, que é enquadrado como uma parte do autismo e que possui características próprias como dificuldade de interação social, dificuldades em processar e expressar emoções, na linguagem, dificuldade com mudanças na rotina e com pessoas desconhecidas, minha leitura foi extremamente proveitosa e me apaixonei pela Caitlin.

[Filmes&Séries] A Chegada

18 de mar de 2017

Nome: A Chegada
Direção: Denis Villeneuve
Elenco: Amy Adams, Jeremy Renner, Forest Whitaker
Gênero: Ficção científica
País: EUA
Classificação: 10 anos
Estreia: 24 de Novembro de 2016

Sinopse:
"Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade."

Em um dia tipicamente normal, a humanidade é surpreendida por uma invasão alienígena. Exatamente doze naves - ou conchas, como eles chamam no filme - são aterrissadas no nosso planeta em pontos que, ao que parecem, são aleatórios. É claro que um acontecimento desse promove uma mobilização mundial e, é nesse contexto que o governo americano, com o fim de descobrir a intenção dos novos visitantes, procura a especialista em linguística, Dra. Louise Banks. Ela é incumbida de comandar uma equipe para descobrir o que eles - ET's - estão falando.

Projeto Escrevendo Sem Medo

17 de mar de 2017

A Thamiris , do blog Historiar, criou o projeto Escrevendo Sem Medo com o intuito de incentivar a escrita, já que a cada mês, com base no tema dado, os participantes devem escrever um texto relacionado ao tema proposto.

Março: Um pássaro engaiolado ganhando a liberdade.
Como é se sentir assim? Você também pode comparar as sensações (a sua e a do pássaro) de encontrar a liberdade.

Não sei se consegui retratar o que a Thamiris quis propor com esse tema. Quando me dei conta já havia terminado e texto e gostei do que li. Espero que gostem. Bora lá né (rsrs)!

Se você ainda não se sentiu assim, fique atento! As vezes a vida mais tira do que dá. Acontece aos poucos e  nem percebemos... nos acostumamos se assim posso dizer. 


Quotes#20

16 de mar de 2017

Olá, prontos para o quote do dia?


"Nada magoa mais do que a felicidade que não volta, a felicidade que você perdeu e que, sempre que a recorda, te martiriza tanto quanto te deixou feliz."

"Não sou mulher de sorrisos quando existe a gargalhada, e de aldeias quando existe o mundo."

"Fiz-te singular e tu me fizeste plural. É isso que nos separa."

"Não quero trajetos sem pedras, pessoas sem problemas, muito menos glórias sem lágrimas. Não quero o tédio só de continuar, a obrigação de suportar, andar na rotina só por andar."

                               "O amor só existe quando alguém desiste de ser perfeito."

Prometo Falhar - Pedro Chagas Freitas

Até a próxima!



[RESENHA] Talvez Um Dia - Colleen Hoover

14 de mar de 2017

Título: Talvez Um Dia
Autor(a): Colleen Houver
Editora: Galera Record
Páginas: 368
Lançamento: 2016
Classificação: 4/5

Sinopse:
“Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora. ”

Eu nem sei o que falar desse livro. Estou escrevendo logo após ter terminado de ler e olha, a história provocou inúmeras reações em mim. Não é um livro de tirar o fôlego, longe disso. Acredito que tenho sentido tudo isso devido a sinceridade dos personagens. Na maior parte do tempo eles deixam as coisas às claras, sem aquele drama de “acho que ele gosta de mim”. Nada disso acontece aqui. Se eles têm alguma coisa para falar, eles falam e ponto.

[RESENHA] Mentira Perfeita - Carina Rissi

11 de mar de 2017

Título: Mentira Perfeita
Autor(a): Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 462
Lançamento: 2016
Classificação: 5/5

Sinopse:
Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa — qualquer coisa mesmo! — por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera — e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira perfeita é um spin-off de Procura-se um marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração. ”


Eu nem sei por onde começar essa resenha. Eu precisava de um livro para o desafio Fuxicando Sobre Chick-list, e esse se encaixava na categoria 'Ler um chick-lit nacional que seja seu primeiro contato com o(a) autor(a) que escreveu'. Eu sabia que a história iria ser engraçada, até porque nota-se isso pela sinopse, então, aproveitei que tinha chegado uma hora mais cedo da faculdade, peguei o tablet e fui ler. Isso era 22:00 e só consegui parar a leitura as 04:30 do outro dia. Nem fui trabalhar né, eu estava um zumbi ambulante de tanto sono. Sabe aquele livro que você tem vontade de levar para todos os lugares? Acredito que estou tendo essa relação com esse livro da Carina. 


A Guardiã de Histórias - Victoria Schwab

9 de mar de 2017

Título: A Guardiã de Histórias
Autor: Victoria Schwab
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 332
Lançamento: 2016
Classificação: 5/5

Sinopse: “Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias – geralmente violentas – de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências. ”


Ok. Pare um minute e imagine que tudo o que julga conhecer sobre como as coisas são de fato, estão erradas e quando uma pessoa morre, não é o fim. Suponhamos que sua vó, por exemplo, que esteve com você durante sua infãncia e de quem sente muita saudade estive guardada, se assim posso dizer, em um lugar. E que agora ela fosse uma História. Sim, isso mesmo, igual a que você costuma ler nos livros. Mas calma, ela não se transformou em páginas, ao contrário, está guardada em uma biblioteca, e pode ser lida sempre que necessário. Esse é o mundo que Mac vive. 

O livro começa com a família de Mackenzie Bishop se mudando para o Coronado, um hotel que parece ter sido transformado em prédio residencial. Ele é antigo, cheio de rachaduras mas seus pais, especialmente sua mãe, parece gostar dele e por isso estão se mudando.